Notícias

Noticias_2016-05-04_OSenadoAqui12
Ensino Médio

E se o Senado Federal fosse aqui?

Sociologia e Direito Constitucional se encontraram no Maria Imaculada. Quando este ano letivo começou, o norte da disciplinas de Sociologia foi Democracia, Cidadania e Participação. Mergulhamos na cultura grega para descobrimos que lá já se falava em alternância de poder. Aprendemos que o conceito moderno de alienação política no qual os gregos chamavam de idiotice. A ideia de politização já era forte.

O trimestre foi avançando e o tema do impeachment foi ingressando em nossas aulas. Lá foram nossos alunos conhecer alguns embasamentos jurídicos, como o artigo 85 da Constituição Brasileira. Desafiados a tomar posição, assumiram a acusação e a defesa do tema impeachment. A última sexta-feira, 29 de abril, foi um dia histórico.

Os alunos da Faculdade de Desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Sul (FADERGS) atuaram como conselho de sentença, juntamente como o jovem jurista Lucas Balbi Guaragna. A professora Letícia Correa, coordenadora do curso de Pós-Graduação da FADERGS, atuou como magistrada.

O debate seguiu a temática normal de qualquer julgamento. Argumentações iniciais, réplicas e tréplicas. Para esquentar, o tribunal trouxe como testemunha Luis Ricardo Sá, advogado e pai da aluna Mariana Sá. A acusação trouxe dados estatísticos para comprovar os conceitos de pedaladas fiscais. Havia um clima de pertencimento a uma experiência construída passo a passo. Os alunos foram, todo o tempo, atores e protagonistas sociais.

Houve o momento em que os estudantes da FADERGS expressaram oralmente seus votos. O resultado final é irrelevante para aquilo que a disciplina de Sociologia desejava atingir. A magia do aprendizado é intangível.

Para a professora Letícia Correa, a “troca de conhecimento enriqueceu a todos os presentes. Os formandos em Direito e nossos alunos”. Para o Doutor Luis Ricardo Vaz, a fala foi mais contundente. Disse ele: “Se Brasília tivesse a seriedade dos estudantes do Maria Imaculada, este seria um país melhor”. Esta fala nos emocionou.

Enquanto o debate rolava, os integrantes do nosso Grêmio Estudantil o gravavam. Informamos, em primeira mão, que este TRIBUNAL é candidato ao PRÊMIO CONSTRUINDO A NAÇÃO 2016, do Instituto da Cidadania Brasil, de São Paulo.

– prof. Carlos Alberto Barcellos.

Voltar para Notícias

COMENTAR PELO FACEBOOK